Notícias

Saúde pública é tema de discussão científica

21/11/2019 - Stefani Cavalcante / Com supervisão de Geórgya Laranjeira Corrêa/ Governo do Tocantins

Com o objetivo de fortalecer o serviço de saúde pública do município de Palmas e disseminar trabalhos científicos da área, está sendo realizada no Centro Universitário Luterano de Palmas (Ceulp/Ulbra) até sábado, 23 a II Mostra de Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde da Fundação Escola de Saúde Pública de Palmas (Fesp) e o I Encontro Tocantinense de Residências em Saúde. O evento faz parte da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), coordenada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), conta com apoio do Governo do Estado por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Tocantins (Fapt). 

Para o presidente da Fapt, Márcio Silveira, o evento é uma forma de celebrar a produção científica no município e os benefícios dela para a saúde pública. “O governo entende que a ciência e tecnologia são um vetor de desenvolvimento do Estado. A ciência e tecnologia na área da saúde é fundamental, pois se propõe políticas públicas para o Sistema Único de Saúde (SUS) com pesquisas. O trabalho do cientista é algo silencioso e esse evento permite que pesquisadores do setor possam expor o que estão fazendo, uma prestação de serviço à sociedade. O que não falta no SUS são hipóteses a serem estudadas e aqui no Tocantins nós temos muita gente talentosa, preparadas para avançar nesse quesito”, destacou.  

Um dos participantes desta edição é o professor Dr. Ricardo Ceccim, líder do grupo de pesquisa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico em Educação e Ensino da Saúde, EducaSaúde. Na programação serão desenvolvidas mesas redondas, plenárias e painéis de apresentação dos trabalhos científicos, que serão realizadas no auditório, corredor e salas da faculdade, durante todo o dia.  

“Nós temos uma vasta programação que irá discutir sobre o serviço e avanços da saúde pública de Palmas. Essa é uma oportunidade para aprender um pouco mais sobre o nosso Sistema Único de Saúde, das escolas e de como a tecnologia está avançando para que as redes de saúde se tornem cada dia melhor”, ressaltou a coordenadora da Mostra Científica da Fesp, Socorro Sarmento.