Notícias

Conclusão do Laboratório de Referência Animal é discutido entre instituições

30/05/2019 - Geórgya Laranjeira/ Governo do Tocantins

O Laboratório de Referência Animal de Araguaína  (Lara) segue com um prazo de 180 dias e a ordem de serviço está prevista para ser assinada no início de junho. Essa definição foi anunciada na manhã desta quinta-feira,30, na Secretaria da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro) durante reunião com o secretário, César Halum, do presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Tocantins (Fapt), Márcio Silveira, do reitor da Universidade Estadual do Tocantins (Unitins), Augusto Rezende, presidente do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), Fernando Silveira, presidente da Agencia de Defesa Agropecuária (Adapec), Alberto Mendes e técnicos das autarquias.

Durante a reunião, o professor  da Unitins, Claúdio Clemente, fez uma palestra apresentando a finalidade do laboratório, tipos de exames a serem feitos, o valor da obra que já está em fase de conclusão, bem como citou a aquisição de equipamentos que já se encontram em Araguaína. O Lara é destinado a realização de análises nas áreas de bacteriologia, imunologia, sorologia e biotecnologia da pecuária tocantinense. Será coordenado por pesquisadores da Unitins e também terá uma função acadêmica de pesquisa e iniciação científica. 

Segundo o presidente da Fapt, Márcio da Silveira, o papel da entidade “é prestar um serviço com precisão cientifica e tecnológica para os produtores rurais do Tocantins. “O laboratório vai favorecer custo mais acessível na realização de 18 exames, pois atualmente os mesmos são feitos em outros estados, o que encarece o produto e dificulta a logística. Portanto estamos trabalhando para favorecer o desenvolvimento da pecuária com segurança alimentar e com ganhos de dividendos para os produtores," disse.

Fapt

A Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapt) tem a missão de amparar a pesquisa científica, nas diversas áreas do conhecimento, com o objetivo de fomentar e incentivar a busca dos conhecimentos científico e tecnológico, assim como sua aplicação no interesse do desenvolvimento econômico e social do Estado. Com relação ao Laboratório Lara, está sendo estudado um modelo de governança para definir parcerias, visando a excelência no funcionamento do mesmo.  

Laboratório

O laboratório tem investimento de pouco mais de R$ 1.244.212,00 (Um milhão, duzentos e quarenta e quatro mil e duzentos e doze reais) oriundo da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), governo federal com contrapartida do governo do Tocantins. Mais R$ 700 mil para aquisição de equipamentos para pesquisa e realização dos exames. A previsão é que o laboratório seja concluído e entregue em 180 dias.

O projeto de construção do laboratório é gerido financeiramente pelo governo, por meio da Fapt e conta com parceria da Unitins, Secretaria de Infra Estrutura Cidades e Habitação (Seinfra), Seagro, Adapec, Ruraltins, Sindicato Rural, cooperativa e Prefeitura de Araguaína